GALERIA SOCIAL

Giesta manda a quarta seguida para o barbante

Giesta manda a quarta seguida para o barbante

Foto-destaque: Porfírio Menezes/JCSP Ostentando grande forma, Giesta novamente cruzou o disco em primeiro lugar. Após reaparecer em agosto depois de quase um ano parada, Giesta não conheceu outro resultado que não a vitória. É mais uma égua do Haras Cima que vem...

ler mais
Nota de pesar: Treinador Ademar de Barros Pereira

Nota de pesar: Treinador Ademar de Barros Pereira

É com grande pesar que o Jockey Club do Paraná comunica o falecimento, nesta manhã de domingo, do treinador Ademar de Barros Pereira, que por muitos anos teve seu nome ligado diretamente ao Haras Rio Iguassu e à família Pelanda. Profissional de grande caráter, é um...

ler mais
Nova Zelandia encara Grupo 2 na areia de Cidade Jardim

Nova Zelandia encara Grupo 2 na areia de Cidade Jardim

Foto-destaque: Porfírio Menezes/JCSP O Jockey Club de São Paulo organizou sua tradicional sabatina com nove provas ao todo, com o primeiro páreo programado para as 13h45. A principal prova do dia será o Grande Prêmio “Presidente Antonio Grisi Filho” – (G2), destinado...

ler mais
Trivento é o único do Tarumã nas corridas de sexta-feira

Trivento é o único do Tarumã nas corridas de sexta-feira

Foto-destaque: Felipe Neves Sete provas estão programadas na reunião organizada pelo Jockey Club de São Paulo, nesta sexta-feira. O início das corridas será às 14h45, com o primeiro páreo. O penetrômetro medido às 9h desta quinta-feira anotou índice de 7.5, o que...

ler mais
Grande Prêmio “Paraná” – (G3) terá bolsa de R$ 67.320,00

Grande Prêmio “Paraná” – (G3) terá bolsa de R$ 67.320,00

O Jockey Club do Paraná definiu a bolsa e o valor da inscrição aos interessados em inscrever seus cavalos e éguas nas provas clássicas do dia do Grande Prêmio “Paraná” – (G3). A prova máxima terá bolsa de R$ 67.320,00, sendo R$ 30.000,00 ao proprietário do vencedor. A...

ler mais
ENTREVISTA: José Cid Campêlo Filho (Stud My Hero Dad)

ENTREVISTA: José Cid Campêlo Filho (Stud My Hero Dad)

Em 21 de junho de 1986, Júlio César perdia o último pênalti da série que decidia o classificado para as semi-finais da Copa do Mundo, em partida contra a França. O jogo sacramentou o fim de uma das gerações de jogadores mais brilhantes que o Brasil já teve em sua...

ler mais

APOIADORES